Rochas: Granito

Atualizado: 5 de Jun de 2018

Como já havíamos conversado antes, vamos iniciar uma série para expor curiosidades e características de várias rochas. A escolhida para iniciarmos será o granito.


Esta rocha é o produto resultante da cristalização do magma ácido em profundidade, formado pelos minerais quartzo, feldspato, moscovita e biotita (micas). Em geral apresenta estrutura compacta e resistência mecânica relativamente alta. Os maciços graníticos possuem forma oval, podendo ocupar uma área de centena de quilômetros quadrados.



Pedreira de granito em Ponte Lima

Ocorrência do Granito no Brasil:

Serra da Mantiqueira

Podemos dizer que encontrar pedreiras de granito no Brasil é bem comum, já que representam aproximadamente 5 a 10% das rochas que aparecem na superfície terrestre. No nosso país podemos destacar algumas serras conhecidas que são formadas de granito, como a da Mantiqueira, do Mar, e algumas serras do Planalto Residual Norte-Amazônico.

Serra da Mantiqueira


No Rio Grande do Sul, os granitos são rochas muito comuns, fazendo parte do denominado Escudo Sul-Riograndense.


O estado do Espírito Santo destaca-se em nível nacional, tendo suas principais jazidas de granitos na região norte (sendo o segundo produtor de granito e similares).

Propriedades:


· Porcentagem de sílica: ácida (teor de sílica > 65%)

· Cor: félsica ou leucocráticas (cores claras, ricos em Si, Al, Ca, Na e K)

· Modo de ocorrência: intrusiva (plutônica, consolidação do magma ocorre internamente)

· Textura: Fanerítica (resfriamento lento, formação de cristais visíveis a olho nu)

· Forma/estrutura: Maciça


Aplicabilidade do Granito:


O granito constitui importante matéria-prima para uma infinidade de aplicações: arquitetura e construção, revestimento de elementos urbanos, arte funerária e arte de decoração. São variadas as características que valorizam o seu uso: efeito estético, durabilidade, resistência mecânica, flexibilidade no uso e facilidade de conservação.


Cerca de 80% da produção mundial dos granitos é atualmente transformada em chapas e ladrilhos para revestimentos, 15% desdobrada em peças para arte funerária e 5% para outros campos de aplicação.



À esquerda, o Granito Preto São Gabriel é usado como bancada de cozinha e a direita, o Granito Verde Candeias é usada na parte externa em uma fachada


Fontes:

http://www.cienciaviva.pt/img/upload/EB23DionisioCunhaCaracteriza%C3%A7%C3%A3o%20da%20Amostra%20texto.pdf

https://www.portalsaofrancisco.com.br/geografia/rochas

Imagem 1: http://www.dct.uminho.pt/rpmic/ma1_campo.html

Imagem 2: https://br.pinterest.com/pin/401101910544164261/

Imagem 3: https://www.mundovestibular.com.br/articles/4604/1/O-RELEVO-DO-RIO-GRANDE-DO-SUL/Paacutegina1.html

Imagem 4: https://setur.es.gov.br/governo-apoia-maior-feira-de-rochas-ornamenta

Imagem 5: http://pos.demc.ufmg.br/novocecc/trabalhos/pg2/74.pdf


0 visualização
  • Facebook
  • Instagram